CONTEÚDOS NOTICIOSOS NO FEED DO FACEBOOK DEVERÃO DIMINUIR 20% COM NOVO RANKING DOS MEDIA

CONTEÚDOS NOTICIOSOS NO FEED DO FACEBOOK DEVERÃO DIMINUIR 20% COM NOVO RANKING DOS MEDIA

CONTEÚDOS NOTICIOSOS NO FEED DO FACEBOOK DEVERÃO DIMINUIR 20% COM NOVO RANKING DOS MEDIA

Dar prioridade aos órgãos de comunicação social de confiança e com informação de qualidade é o objectivo de uma nova medida colocada em marcha pela rede social de Mark Zuckerberg esta segunda-feira para combater o “sensacionalismo” e a “desinformação”. “Existe demasiado sensacionalismo, desinformação e polarização no mundo actual”, justifica o CEO do Facebook, explicando que “as redes sociais permitem espalhar informação mais depressa do que nunca e, se não enfrentarmos estes problemas, então acabamos por amplificá-los”. Uma das primeiras medidas nesse sentido é a criação de um sistema de avaliação dos media que criará um ranking de confiança com base na opinião dos utilizadores da rede social recolhida através de inquéritos, com esse ranking a determinar depois a que meios de comunicação o algoritmo do Facebook dará prioridade na disponibilização dos conteúdos no feed dos utilizadores.

A medida começa a ser aplicada esta semana, acentuando ainda a prioridade de conteúdos de meios de informação locais e de fontes credíveis. Em função destas alterações, Mark Zuckerberg estima que o volume de notícias a surgirem no feed do Facebook deverá diminuir em cerca de 20%, o que fará com que os conteúdos noticiosos passem a representar 4% dos conteúdos globais presentes na na rede social, enquanto esse peso estava actualmente nos 5%.